Cura está no coração de Deus

Depois da salvação, certamente a saúde é o maior bem que alguém pode possuir. Contudo, ainda vivemos num mundo conturbado, repleto de moléstias e pragas que afligem a humanidade há milênios. Por isso, é fundamental que entendamos o que as Escrituras tem a nos dizer sobre essa necessidade tão importante.

Vejamos um trecho da declaração que o Senhor Jesus fez a seus discípulos, pouco antes de sua ascensão:

E estes sinais acompanharão os que crerem: (…) imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados.” (Mc 16:18)

Dos cerca de 35 milagres que Jesus fez, 26 foram de cura e libertação. Jesus é a vontade do Pai em ação e seu coração de compaixão não permitia que ninguém que viesse a Ele permanecesse doente. Em mais de uma ocasião, lemos que “Ele curou TODOS os doentes que havia entre eles” (Mt 12:15, Mt 19:2). A oração do cristão deve ser “Seja feita a Tua vontade, como Ela é feita no céu.” No céu não há doença! Ele “carregou com as nossas doenças” (Mt 8:17). Enfermidade é um sinal de opressão do diabo (At 10:38), que veio para “roubar, matar e destruir” (Jo 10:10).

Dito isto, pergunto: até quando vamos ficar dando desculpas para nossos fracassos, vivendo por sentimentos e alimentando incredulidade? Até quando vamos anular o efeito da Palavra de Deus por causa da nossa tradição (Mc 7:13)? TUDO é possível ao que crê (Mc 9:23). O único requisito é FÉ (ver Mc 11:23, 24; Hb 4:2).

Sendo assim, esqueçamos nossas frustrações passadas ou até mesmo os sentimentos da realidade presente (que é temporária), e avancemos com fé e perseverança, pois “o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Is 53:5).

Manual para a vida

Olá, amigos, Tudo bem?

Hoje eu gostaria de compartilhar um texto muito legal que recebi esses dias. Chama-se “Manual para a vida”, e o autor é Paulo André Chenso, professor e médico em Londrina. Vale a pena incluir essas dicas nas suas resoluções de ano novo! ;)

Na saúde:

1.  Beba muita água;

2.  Coma mais o que nasce em árvores e plantas;

3.  Viva com os 3 E’s: Energia, Entusiasmo e Empatia;

4.  Arranje 30min’ por dia para ORAR  sozinho;

5.  Faça atividades que ativem seu cérebro ;

6.  Leia mais livros.

7.  Sente-se em silêncio, pelo menos,  10′ por dia;

8.  Durma 8 h por dia;

9.  Faça caminhadas de 20min’ a 60min’, por dia e, enquanto caminhar, sorria.

Na personalidade: 👤

11.  Não compare a sua vida com a dos outros;

12.  Não tenha pensamentos negativos;

13.  Não se exceda;

14.  Não se torne demasiadamente sério;

15.  Não desperdice a sua energia com fofocas;

16.  Sonhe mais;

17.  Inveja é uma perda de tempo. Agradeça a Deus pelo que possui…

18.  Esqueça questões do passado. Jesus já jogou no mar do esquecimento, faça o mesmo;

19.  A vida é curta demais para odiar alguém. Perdoe;

20.  Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;

21.  Ninguém comanda a sua felicidade a não ser você;

22.  A vida é uma escola e você está nela para aprender. Não fique repetindo o ano;

23.  Sorria e gargalhe mais;

24.  Não necessite ganhar todas as discussões. Saiba perder;

Na sociedade: 👥👥

25.  Entre mais em contato com sua família;

26.  Dê algo de bom aos outros,  diariamente;

27.  Perdoe a todos por tudo;

28.  Passe tempo com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;

29.  Tente fazer sorrir, pelo menos três pessoas por dia;

30.  Não se importe com o que os outros pensam de você;

31.  O seu trabalho não tomará conta de você quando estiver doente. Nao se estresse.

No seu dia a dia: 🌞

32.  Faça o que é correto;

33.  Desfaça-se do que não é útil;

34.  Lembre-se: DEUS cura tudo;

35.  Por melhor ou pior que a situação seja… ela mudará…tudo passa

36.  Não interessa como se sente, levante, arrume-se e apareça;

37.  O melhor ainda está por vir;

38.  Quando acordar de manhã, agradeça a DEUS pela graça de estar vivo.

39.  Mantenha seu coração sempre feliz.

Por último:

40.  Que tal enviar para aqueles de quem você gosta?

Poema da gratidão

Gratidão
Imagem: Google Images  (Sydney Couple and Family)

Mais 365 dias estão se passando, e chegamos assim ao fim de mais um ano. Gostaria de usar uma palavra para descrever o ano de 2015: gratidão.

Agradeço pela Sua doce presença, que nunca me deixa. Agradeço pela força para superar as adversidades; pela fé, que extingue as impossibilidades; pela esperança, que não desaponta; pelo amor, que tudo sofre, tudo crê, tudo espera. Agradeço pela pregação da Palavra, pela revelação do Espírito, pela graça do Pai. Agradeço pela luz… e, meu Deus, pela cruz! Agradeço pelo corpo açoitado e pelo sangue vertido pelo Filho, Jesus. Agradeço pelo inexplicável perdão; pela paz, saúde e restauração.

Agradeço por cada despertar ao amanhecer, trazendo o renovar das Suas misericórdias sempiternas. Agradeço pelo paladar dos alimentos, pela xícara de café… ah, e pelo prazer do chocolate! Agradeço pelo barulho do mar, pelos matizes das estações, pelas pinturas do Criador… pelo perfume das rosas, pela alegria dos sorrisos, pelas gargalhadas sem-fim. Agradeço pelos livros, versos e canções.

Agradeço pela família: pelos de perto e pelos de longe. Agradeço pelo amor de mãe, pela lealdade dos amigos e pelos laços de irmãos; pelas conversas descontraídas, pela gentileza do próximo e pela cumplicidade dos que nos querem. Agradeço pela ternura do beijo, a empatia do olhar e o carinho do abraço de quem se gosta. Agradeço por aqueles momentos que são tão bons, que nos fazem querer interromper o relógio…

Agradeço pela disposição para trabalhar, pela criatividade para criar, pelos colegas para colaborar; por crescer, aprender e contribuir para que a vida de alguém seja melhor. Agradeço pelo sono, que a energia refaz, e pelo sonho, que o entusiasmo traz.

Agradeço a Deus, por não faltar provisão; por suprir cada necessidade, por conceder benção após benção. Agradeço por tudo, enfim; agradeço a ti, meu Pai, por Tua vida em mim!

Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios.” (Sl 103:2)

Desejo que, no final do próximo ano, a sua lista de agradecimento possa encher páginas e mais páginas. Por que não fazer de 2016 o melhor ano que você já teve até o momento? Só depende de você. Lembre-se de que, com Deus, você é maioria.

Feliz Ano Novo! Que Deus te abençoe!

Em esperança, crendo

Olá, amigos!

É véspera de Natal, e eu quero aproveitar para compartilhar uma linda história que li há alguns dias e que me abençoou muito:

Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.” (Marcos 11:24)

Quando meu filho pequeno tinha cerca de 10 anos de idade, sua avó lhe prometeu um álbum de selos para o Natal. O Natal chegou e passou sem álbum de selos e nenhuma notícia da avó. O assunto, no entanto, não foi mencionado, até que seus amigos vieram para ver seus presentes de Natal. Fiquei atônita, porque depois tê-lo visto listar todos os presentes que havia recebido, meu filho acrescentou ao final: “e um álbum de selos da minha avó.”

Depois de ouvir isso várias vezes, chamei meu filho e disse a ele: “Mas, George, você não ganhou um álbum de selos de sua avó. Por que você afirma que sim? ”

Com um olhar confuso em seu rosto, como se eu tivesse feito uma pergunta muito estranha, ele respondeu: “Bem, mamãe, vovó disse, e isso é o mesmo que sim.” Nenhuma palavra que eu dissesse moveria a sua fé.

Um mês se passou e nada mais foi dito sobre o álbum. Finalmente, um dia, para testar sua fé e porque eu me perguntava em meu próprio coração por que o álbum não tinha sido enviado, eu disse: “George, eu acho que a vovó se esqueceu da promessa.”

“Oh não, mamãe”, ele respondeu com rapidez e firmeza. “Ela não esqueceu.”

Eu via a expressão doce e confiante em seu rosto, que, por um momento, ficou muito sério, como se estivesse debatendo a possibilidade que eu tinha sugerido. Logo, porém, seus olhos brilharam quando ele disse: “Mãe, você acha que faria bem para mim escrever para a vovó, agradecendo pelo álbum?”

“Não sei”, respondi, “mas você pode experimentar.” Eu começava a compreender, então, uma valiosa verdade espiritual.

Em poucos minutos, uma carta foi escrita e enviada pelo correio, e George, com isso, saiu assobiando, entusiasmado pela sua confiança em sua avó. Pouco tempo depois, uma carta da avó chegou com esta mensagem:

Meu caro George,

Eu não me esqueci da promessa que fiz a você sobre o álbum de selos. Eu não consegui encontrar o que você queria aqui, então pedi um de Nova York. Ele só foi chegar após o Natal, e não era o álbum certo. Então, pedi outro, mas ainda não chegou. Por isso, decidi enviar para você trinta dólares para que você possa comprar o álbum que você quiser em Chicago.

Com carinho, sua avó.

Ao ler a carta, seu rosto era o rosto de um vencedor. Das profundezas de um coração que nunca duvidou vieram as palavras: “E então, mamãe, não te disse?” George “contra toda a esperança … em esperança, creu” (Romanos 4:18) que o álbum de selos viria. E enquanto ele estava confiante, a avó estava trabalhando, e, no devido tempo, a fé tornou-se vista.

É humano querer ver antes de darmos passos de fé e confiarmos nas promessas de Deus. No entanto, nosso Salvador disse a Tomé e a uma longa lista de céticos que o seguiram: “Bem-aventurados os que não viram e creram” (João 20:29). ~ Sra. Rounds.

(Texto livremente traduzido de Faithgateway.com. Original de “Streams in the Dessert”, de L.B.E. Cowman, Zondervan)

FELIZ NATAL! OBRIGADO, JESUS!

Poem: Winter is past

Fonte: http://wallpaperstock.net/winter_wallpapers_4338_1024x768_1.html
Imagem: http://bit.ly/1SESgxd

Let us sing at the crack of dawn
And arouse the skies, my maiden!
For the grief of yore is gone,
And our hearts are now joy-laden.
Through trust which outbraves the foes,
That looks on hope, ever more confident;
The glowing light ‘gainst all our woes
And henceforth triumph runs rampant.
Lady, See how His bounty doth appear?
Crowning this moment in love we bask,
For the sweetest melody we aught to hear;
‘How hast all of this come to be?’, ye ask;
By simple faith, I grant, that of a child
Winter is past and now the days grow mild

Alexandre Gazola (June 12th, 2015).

A máquina fotográfica das emoções

Se existe algo que acompanha o homem desde os tempos mais antigos é a música. Com sua infinidade de sons, manifestos através das mais variadas melodias, acordes, timbres e ritmos, a música alegra o nosso cotidiano e marca ocasiões especiais. Você já reparou como, muitas vezes, uma simples melodia possui a incrível capacidade de evocar, de maneira bastante vívida, sentimentos associados a situações pelas quais já passamos há anos?

Não há quem nunca tenha tido aquela sensação gostosa de nostalgia ao ouvir uma canção associada a momentos felizes vividos no passado. Mas também todos já estremecemos com indesejados sentimentos de angústia ou apreensão trazidos por canções ouvidas em circunstâncias não tão favoráveis.

Por ter essas características, podemos muito bem enxergar a música como sendo a máquina fotográfica das emoções: um poderoso instrumento que consegue registrar sentimentos vivenciados num determinado momento, oferecendo acesso instantâneo aos mesmos tempos depois

Sendo assim, por que não começar a utilizá-la de maneira intencional para marcar datas e, até mesmo, construir mais ocasiões especiais? Seja um aniversário em família, ou aquela sonhada celebração de casamento; uma viagem, ou mesmo um simples passeio com os amigos ao entardecer… Um dos grandes presentes da vida é poder recordar de bons momentos que já vivemos, principalmente aqueles desfrutados na companhia de pessoas queridas.

Portanto, nas próximas oportunidades, além da câmera tradicional, leve com você também essa “câmera das emoções” e registre todas as alegrias do momento! Reserve um tempo para selecionar algumas canções especialmente para a ocasião (obs.: funciona melhor com músicas inéditas ou que ainda não foram ouvidas muitas vezes). Fazendo isso, você tornará suas recordações ainda mais significativas e prazerosas!   

Imaginação e uma esperança que não decepciona

Uma das características que o ser humano possui, e que o distingue de todos os demais seres vivos, é a capacidade de imaginar, que nada mais é do que pensar em imagens. Fazemos isso constantemente. A imaginação pode ser usada tanto negativa quanto positivamente. Infelizmente, sabemos que é muito mais fácil imaginarmos coisas negativas. Mas, por que não colocar a imaginação para trabalhar a nosso favor?

Em Gênesis 11, na passagem que fala acerca da união dos homens para construírem a Torre de Babel, encontramos a seguinte declaração de Deus:

“…nada será restrito a eles, do que eles imaginaram fazer.“(Gn 11:6, KJV)

Este texto ilustra o quanto a imaginação, expressa num pensamento com um propósito firme, é capaz de realizar coisas incríveis.

A imaginação pode ser vista como algo intimamente relacionado à esperança bíblica, que envolve uma expectativa confiante do acontecimento de coisas boas (contrastando com a esperança secular, que é um mero desejo ou crença na possibilidade de que algo aconteça). De fato, a esperança (nas promessas de Deus) é a âncora da fé (Hb 6:19); é um instrumento de perseverança e resistência em meio a momentos difíceis. A esperança nunca morre (1Co 13:13)!

A imaginação, como combustível da esperança, tem um papel muito importante em relação ao quanto experimentaremos das promessas e do agir de Deus em nossas vidas. As promessas da Palavra de Deus nos dão a esperança que sustenta a nossa fé, para que esta possa, então, trazer à existência as coisas que não existem. Portanto, comece a imaginar o que você deseja para o seu futuro e veja sua fé crescer até ao ponto da realização do impossível!

E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.” (Rm 5:5)