Em esperança, crendo

Olá, amigos!

É véspera de Natal, e eu quero aproveitar para compartilhar uma linda história que li há alguns dias e que me abençoou muito:

Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.” (Marcos 11:24)

Quando meu filho pequeno tinha cerca de 10 anos de idade, sua avó lhe prometeu um álbum de selos para o Natal. O Natal chegou e passou sem álbum de selos e nenhuma notícia da avó. O assunto, no entanto, não foi mencionado, até que seus amigos vieram para ver seus presentes de Natal. Fiquei atônita, porque depois tê-lo visto listar todos os presentes que havia recebido, meu filho acrescentou ao final: “e um álbum de selos da minha avó.”

Depois de ouvir isso várias vezes, chamei meu filho e disse a ele: “Mas, George, você não ganhou um álbum de selos de sua avó. Por que você afirma que sim? ”

Com um olhar confuso em seu rosto, como se eu tivesse feito uma pergunta muito estranha, ele respondeu: “Bem, mamãe, vovó disse, e isso é o mesmo que sim.” Nenhuma palavra que eu dissesse moveria a sua fé.

Um mês se passou e nada mais foi dito sobre o álbum. Finalmente, um dia, para testar sua fé e porque eu me perguntava em meu próprio coração por que o álbum não tinha sido enviado, eu disse: “George, eu acho que a vovó se esqueceu da promessa.”

“Oh não, mamãe”, ele respondeu com rapidez e firmeza. “Ela não esqueceu.”

Eu via a expressão doce e confiante em seu rosto, que, por um momento, ficou muito sério, como se estivesse debatendo a possibilidade que eu tinha sugerido. Logo, porém, seus olhos brilharam quando ele disse: “Mãe, você acha que faria bem para mim escrever para a vovó, agradecendo pelo álbum?”

“Não sei”, respondi, “mas você pode experimentar.” Eu começava a compreender, então, uma valiosa verdade espiritual.

Em poucos minutos, uma carta foi escrita e enviada pelo correio, e George, com isso, saiu assobiando, entusiasmado pela sua confiança em sua avó. Pouco tempo depois, uma carta da avó chegou com esta mensagem:

Meu caro George,

Eu não me esqueci da promessa que fiz a você sobre o álbum de selos. Eu não consegui encontrar o que você queria aqui, então pedi um de Nova York. Ele só foi chegar após o Natal, e não era o álbum certo. Então, pedi outro, mas ainda não chegou. Por isso, decidi enviar para você trinta dólares para que você possa comprar o álbum que você quiser em Chicago.

Com carinho, sua avó.

Ao ler a carta, seu rosto era o rosto de um vencedor. Das profundezas de um coração que nunca duvidou vieram as palavras: “E então, mamãe, não te disse?” George “contra toda a esperança … em esperança, creu” (Romanos 4:18) que o álbum de selos viria. E enquanto ele estava confiante, a avó estava trabalhando, e, no devido tempo, a fé tornou-se vista.

É humano querer ver antes de darmos passos de fé e confiarmos nas promessas de Deus. No entanto, nosso Salvador disse a Tomé e a uma longa lista de céticos que o seguiram: “Bem-aventurados os que não viram e creram” (João 20:29). ~ Sra. Rounds.

(Texto livremente traduzido de Faithgateway.com. Original de “Streams in the Dessert”, de L.B.E. Cowman, Zondervan)

FELIZ NATAL! OBRIGADO, JESUS!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s