Aquisição de vocabulário nativo por meio de línguas estrangeiras

Em nossa sociedade hodierna, é sabido que um bom conhecimento de uma língua estrangeira aporta diversos benefícios a uma pessoa, sob os os mais variados aspectos. Além de abrir o leque de possibilidades de aprendizado, comunicação e interação com pessoas de outras nacionalidades e culturas, há um benefício, talvez menos conspícuo, que esse conhecimento pode proporcionar: expansão e enriquecimento de vocabulário na própria língua materna.

Para a minha a dita, ao estudar com alguma profundidade três línguas estrangeiras (inglês, espanhol e italiano), tenho identificado um pletórico léxico que acomuna essas línguas com a língua portuguesa. De fato, não é difícil explicar esse fenômeno do ponto de vista linguístico: trata-se de idiomas pertencentes à família de línguas indo-europeias e que, ou derivaram diretamente do latim (português, espanhol e italiano) ou sofreram uma forte influência deste (inglês).

Para vermos isso de forma mais concreta, vamos a alguns exemplos:

  • A conjunção adversativa “mas”, embora exista no espanhol, tem seu uso mais restrito a contextos formais. A palavra mais usada é “pero“. Já, no italiano, eles utilizam igualmente “però” e “ma“. Não é interessante?
  • Em italiano, é de uso comum o adjetivo “estivo“, que se refere a algo típico da estação verão. No português, temos a palavra “estival”, com o mesmo significado.
  • Em inglês, a palavra “compromise” tem a ver com um acordo em que há transigência entre as partes. Trata-se, portanto, de um falso cognato com o português (“compromisso”) e também com o espanhol (“compromiso“). “Compromisso” (no sentido de “pacto” ou “obrigação”) é “commitment“, em inglês. Curiosamente, no italiano, a palavra “compromesso” tem o mesmo significado de “compromise“, no inglês. Já no sentido de “obrigação”, o termo em italiano é “impegno“.
  • Em italiano, o verbo “vencer” é “vincere“. Porém, diferentemente do verbo em português (e espanhol), ele também pode ser usado tendo como objeto a recompensa que se obtém com a vitória. Por exemplo, no italiano você pode dizer “vincere una medaglia”, porém no português isso não é possível (não se diz “vencer uma medalha”, e sim, “ganhar uma medalha”). Já o verbo “to win“, em inglês, funciona de forma semelhante a “vincere” no italiano.

Estes são apenas uns poucos exemplos das relações interessantes entre vocábulos de origem comum entre essas línguas. Eu poderia citar diversas palavras novas que aprendi (em português) em consequência da leitura de textos em outros idiomas. Aliás, já estou fazendo isso ao usar propositalmente diversos desses termos ao longo do texto, não com o intuito de tergiversar numa loquacidade pedante, porém justamente com o intuito de ilustrar esse olvidado benefício da expansão de vocabulário nativo. 🙂

Para que isso ocorra, contudo, é fundamental estar provido de um fácil acesso a dicionários, tanto na língua estrangeira quanto na língua portuguesa. Ao se deparar com um vocábulo novo, especialmente em línguas latinas, deve-se fazer uma consulta a um dicionário para verificar se o termo (ou alguma variação dele) existe na língua materna. Manter um glossário pessoal para posterior consulta é de grande valia nessa prática, e, em especial para potenciais escritores, constitui-se numa ferramenta de valor inefável.

Malgrado o esforço imane exigido para se aprender uma nova língua, as miríades de vantagens sobrepujam as energias despendidas. Entre essas vantagens, destaquei neste texto a possibilidade de construção de um léxico mais rico na própria língua de origem. Alguém que se lance nessa empreitada certamente colherá preciosos dividendos intelectuais, profissionais e socioculturais: motivos mais do que suficientes para não deixar que esse projeto de aprendizado fique para as calendas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s