Verdadeira identidade – Parte 3

Para fechar com chave de ouro, aqui vai o último post da série Verdadeira identidade. Vamos tomar posse dessas verdades e viver por elas!

Pai, posso fazer o que dizes que posso fazer: sou um vitorioso, um vencedor (1João 5:4; Apocalipse 2:11), um homem valente e de valor, um guerreiro campeão, que possui dignidade e honra (Juízes 6:12). Sou mais do que vencedor (Romanos 8:35). Todas as circunstâncias estão debaixo dos meus pés (Salmo 8:6)! Em todas as coisas, eu tenho uma vitória que ultrapassa todos os limites (Romanos 8:37), e em todas as coisas Deus me conduz em triunfo em Cristo (2Coríntios 2:14). Através da minha união com Deus, sou fortalecido no Senhor e na força do seu poder (Efésios 6:10). Tenho força para todas as coisas em Cristo que me fortalece. Estou pronto para qualquer coisa por meio daquele que infunde força interior; sou autossuficiente na suficiência de Cristo (Filipenses 4:13). Tudo aquilo em que coloco as mãos prospera (Salmo 1:1-3). Sou cabeça, e não cauda; estou apenas por cima, e não por baixo (Deuteronômio 28:13). Maior é aquele que está em mim do que aquele que está no mundo (1João 4:4). Porque eu creio, me apoio e confio em Deus, faço as coisas que Jesus fez, e coisas maiores farei, pois seu Espírito em mim não tem limites (João 14:12-14). Portanto, creio que todas as coisas são possíveis e eu não limito o poder de Deus dentro de mim (Filipenses 4:13). Recebi poder quando o Espírito Santo veio sobre mim, de maneira que aonde quer que eu vá e o que quer que eu faça, faço-o no poder do Espírito: tenho poder para impor as mãos sobre os enfermos e vê-los restabelecidos (todos eles), e, ao meu comando, no nome de Jesus, todos os poderes demoníacos são expulsos e todas as pessoas são libertas; Tenho autoridade sobre todo o poder do inimigo e nada, absolutamente, irá me causar dano (Marcos 16:17-18). Todos os meus pecados estão perdoados e todas as minhas doenças, curadas! (Salmo 103:3; Mateus 8:17; 1Pedro 2:24).  

Como Jesus é, assim sou eu neste mundo (1João 4:17), e o imensurável, infindável e ilimitado poder de Deus está dentro de mim! (Efésios 1:19). O mesmo poder que ressuscitou a Jesus dentre os mortos vive em mim! (Efésios 1:20)

Amém! Obrigado, Jesus!

Verdadeira identidade – Parte 2

Olá! Vamos seguir aprendendo mais sobre nossas identidade em Cristo? Continue refletindo sobre essas verdades e deixe que elas possam se tornar cada vez mais reais na sua vida.

Sou a menina dos olhos de Deus e meu nome está gravado nas palmas das Suas mãos (Zacarias 2:8; Salmo 17:8; Isaías 49:16). Fui selado com o Santo Espírito da promessa (Efésios 1:13). Estou confirmado até o fim (1Coríntios 1:8). Estou sendo transformado à Sua própria imagem e aquele que começou a boa obra em mim irá completa-la (2 Coríntios 3:18; Filipenses 1:6). Sou feitura de Deus, criado em Cristo para boas obras (Efésios 2:10). Sou embaixador em nome de Cristo (2 Coríntios 5:20). Sou completo n’Ele (Colossenses 2:20). Sou templo do Espírito Santo (1Coríntios 6:19). Tenho a mente de Cristo (1Coríntios 2:16). Sou co-herdeiro com Cristo e Ele me qualificou para compartilhar da Sua herança (Romanos 8:17; Colossenses 1:12; Efésios 1:11). Estou redimido da maldição da lei e as bênçãos de Abraão são minhas (Gálatas 3:13). Fui resgatado do meu fútil procedimento proveniente da tradição de meus pais e fui comprado pelo precioso sangue de Cristo (1Pedro 1:18,19). Fui liberto do controle e do domínio do diabo e fui transportado para o reino do Filho do Seu amor (Colossenses 1:13). Sou verdadeiramente livre (João 8:36; Gálatas 5:1; João 8:31-34). Estou morto para o pecado e vivo para Cristo (Romanos 6:11; Efésios 2:5). Estou ressuscitado com Cristo e assentado com Ele nas regiões celestiais (Efésios 2:6). Por ser nascido de Deus, o maligno não me toca (1João 5:18). Todas as coisas que pertencem à vida e à piedade me foram dadas, e também sou um co-participante da natureza divina, herdeiro de grandes e preciosas promessas (2Pedro 1:3-4). Sou abençoado com toda sorte de benção espiritual que o céu tem a oferecer (Efésios 1:3). Tenho raízes firmes, estando edificado e estabelecido na minha fé (Colossenses 2:7). Tenho fé capaz de mover montanhas! (Mateus 17:20).

Amém! Obrigado, Senhor!

Verdadeira identidade – Parte 1

Todo aquele que recebe a Jesus Cristo em seu coração ganha uma nova identidade que lhe dá direito a andar em novidade de vida e a experimentar grandes bênçãos de um Pai generoso. Assim como a salvação, as bênçãos completas de Deus são experimentadas por meio da fé, que deve estar fundamentada nas promessas da Palavra de Deus. No exercício da fé, é muito importante que o façamos ancorados na identidade que recebemos como filhos de Deus, e não na nossa percepção natural.

Começando neste post, vamos transcrever uma série de declarações baseadas nas Escrituras, que expressam nossa posição diante de Deus. Essas declarações incríveis foram retiradas do livro da médica M.K. Strydom, Healing begins with sanctification of the heart. Separe um momento para pensar em cada uma dessas frases. Abra a Bíblia e pesquise as referências. Imprima, memorize e fale para si mesmo essas verdades todos os dias. Faça isso e prepare-se para um tempo de grandes transformações!

Eu sou um homem precioso de grande valor e importância, porque Jesus, o Rei dos reis, morreu e pagou um grande preço por mim. Sou um príncipe, pois tenho uma coroa de glória e honra sobre a cabeça, e estou vestindo o manto real de justiça de Jesus (Isaías 61:10; Salmo 8:5). Deus me aceita e me aprova (Jeremias 1:5). Fui formado de maneira incrível e maravilhosa (Salmo 139). Agora já não há condenação para mim em Cristo (Romanos 8:1). Portanto, eu me aceito e amo quem sou e como fui feito.

Pai, sou quem Tu dizes que sou: eu sou chamado por Deus (2Timóteo 1:9). Fui escolhido por Deus antes da fundação do mundo e separado para Ele (Efésios 1:4; 1Pedro 2:9; 1Tessalonicenses 1:4; João 15:16). Sou filho de Deus (Romanos 8:15, 16). Sou nascido de novo da semente incorruptível da Palavra de Deus que subsiste para sempre (1Pedro 1:23). Sou perdoado de todos os meus pecados e o sangue de Jesus lavou minha vergonha e culpa (Efésios 1:4,7; 1João 2:12; 1João 1:9; Colossenses 1:14). Sou uma nova criatura em Cristo (2Corintios 5:17). Sou santo e irrepreensível aos olhos de Deus, sem culpa, perante Ele em amor (Efésios 1:4). Sou a justiça de Deus, o que significa que sou aprovado, aceito e estou em um relacionamento certo com Ele (2Coríntios 5:21). Tenho pleno acesso ao Pai (Efésios 2:18) e posso, sem nenhum medo ou receio, me achegar com coragem e confiança junto ao Seu trono (Hebreus 4:16). Sou abençoado e sou favorito de Deus (Gálatas 3:9; Salmo 17:8).

Amém! Obrigado, Deus!

Noções básicas de fotografia

Olá! Tudo joia? Que tal aprender algo novo hoje? 🙂

O assunto do post de hoje é  fotografia. Mais especificamente, vamos falar um pouco sobre três importantes elementos de uma câmera fotográfica: abertura do diafragma, velocidade do obturador e ISO. Vejamos do que se trata cada um deles, com seus respectivos efeitos:

  • Abertura do diafragma: o diafragma é a parte principal da lente da câmera. É como se fosse a pupila do olho. Sua função é controlar a quantidade de luz que entra na câmera. Em termos de efeitos fotográficos, quanto maior a abertura, mais desfocado estará o fundo da imagem. Isso permite a criação de imagens com o efeito bokeh, por exemplo. Quanto mais fechado, mais nítida toda a imagem ficará (tanto o que está no plano principal quanto o que está no fundo). A unidade de medida do diafragma é o f-stop. Um diafragma em f/1.4, por exemplo, está bem aberto, enquanto que um diafragma em f/32 está bem fechado. O valor máximo possível de abertura do diafragma é definido pela lente. Quanto maior for essa capacidade, melhor e mais cara será a lente.
  • Velocidade do obturador – o obturador é a “piscada” da câmera. Ele controla por quanto tempo o sensor fica exposto à luz. Quanto mais rápida for essa velocidade, mais “congelada” a imagem. Uma velocidade lenta faz com que seja capturado o movimento da imagem, permitindo efeitos interessantes como véu de noiva, light paiting, star trail e panning. A velocidade do obturador é medida em uma fração do tempo em segundos. Por exemplo, um obturador em 1/1000s está super rápido, ao passo que um obturador em 1/2s já está bem mais lento. Em velocidades lentas, torna-se fundamental o uso de um tripé para se evitar borrões indesejados na imagem.
  • ISO – define a sensibilidade do sensor à luz. Em ambientes com pouca luz (ou quando não se pode fazer uso de flash), é interessante aumentar o valor do ISO para que a foto não fique escura. No entanto, existe um limite. Se o ISO for aumentado muito, a imagem começará a ficar granulada. Como regra geral, em dias de sol, o normal é colocar ISO-100 ou ISO-200. De noite, ISO-450 até ISO-800 pode ser tolerável. Acima deste valor, começa a ter muito ruído na imagem (granulação).

A  figura abaixo resume de uma forma muito bacana o post de hoje. Para quem quer conhecer um pouco mais desses e outros detalhes, indico a apostila da Claudia Regina, que é boa e super rápida de se ler (para fazer o download dela, é só clicar aqui.). Também é possível visualizar a configuração desses valores na legenda de algumas fotos do blog.

resumo_fotografia
Imagem: http://www.boredpanda.com

O importante é saber que uma boa fotografia é, antes de tudo, o resultado de uma boa composição (os elementos da cena em si); e saber usar adequadamente esses três recursos contribui muito para a criação de composições mais criativas e interessantes.

7 dicas para uma vida mais feliz

principle_4_8Olá! Como estão as coisas?

Neste post, quero compartilhar algumas dicas com você que deseja ter uma vida de mais satisfação e alegria. As dicas são do livro “The 4:8 Principle“, de Tommy Newberry.

O livro tem como tema chave o conselho bíblico dado pelo apóstolo Paulo em sua carta aos filipenses:

Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.” (Filipenses 4:8)

Vamos às dicas:

  1. Cuide dos “primeiros 15” – O que se faz nos primeiros minutos da manhã estabelece o tom emocional para o dia inteiro. Tente iniciar os 15 primeiros minutos do dia enfocando-se em coisas boas, que promovem alegria. Ouça uma música que você gosta, medite em versículos da Bíblia, faça uma oração, pense em motivos de agradecimento.
  2. Cuide dos “últimos 15” – De maneira semelhante, encerre o dia com alegria, dedicando os 15 minutos antes de dormir para pensar em coisas boas. O subconsciente  de uma pessoa está altamente propenso a ser influenciado pouco antes de uma pessoa adormecer. O que é impresso no subconsciente é algo que se consolida mais profundamente nas emoções e que depois se expressa nas circunstâncias (ver Pv 4:23).
  3. Pratique as “perguntas 4:8” – O autor chama de “pergunta 4:8” uma pergunta sobre a vida que extrai uma resposta positiva. Exemplos: a) quais são cinco coisas pelas quais sou grato agora mesmo? b) quais são cinco de minhas maiores realizações até o momento? c) quais são cinco das pessoas que mais me amam? Perguntas desse tipo são boas para serem usadas nos primeiros ou nos últimos 15.
  4. Enfoque-se nos relacionamentos certos – Ande com pessoas que possuem os mesmos valores que você, que te inspiram e te encorajam a ser uma pessoa melhor. “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes“. (I Co 15:33).
  5. Cuidado com a avalanche de informações negativas da mídia – os noticiários de televisão, em sua maior parte, nos lembram de tudo o que não está bem no mundo. Somos expostos a todo tipo de problema, e a quase nenhuma solução. Limite o tempo que você gasta assistindo a notícias e coisas do tipo. Use seu tempo para se desenvolver com coisas duradouras e de maior valor.
  6. Memorize versículos da Bíblia – A mente consciente só consegue se ater a um pensamento de cada vez, seja ele positivo ou negativo. A única maneira de se eliminar um pensamento negativo é substituindo-o por um pensamento positivo. As Escrituras estão repletas de promessas de Deus e são excelentes para se manter uma perspectiva otimista e sadia da vida. Além de memorizar, personalize versículos bíblicos e reafirme-os para si mesmo. Por exemplo: “Cristo veio para que eu, Joãozinho, possa ter vida e tê-la em abundância.” (João 10:10)
  7. Tenha um coração grato – A gratidão é uma arma poderosa contra emoções negativas. A Bíblia diz: “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus” (1Ts 4:18). Gratidão é uma convicção, uma prática e uma disciplina. Significa enfatizar o que temos presente e está funcionando em vez daquilo que nos “falta” ou não está dando certo. A gratidão pode ser experimentada em níveis cada vez mais altos. O salmista disse muito bem: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios.” (Sl 103:2). Aprenda a valorizar e a ser grato pelas coisas simples da vida!

A qualidade e saúde das nossas emoções é determinada pela qualidade dos nossos pensamentos. Essa é uma boa notícia, pois significa que não precisamos ser vítimas dos nossos sentimentos e emoções. Aqueles que experimentam mais alegria não são necessariamente os que possuem mais motivos pelos quais se alegrar; são apenas pessoas que pensam de forma diferente. As dicas mencionadas neste post podem ajudar muito uma pessoa a aplicar o “filtro” de Filipenses 4:8 a seus pensamentos, e ter, como consequência, uma vida muito mais feliz.

Fé que move montanhas

Olá! Tudo bem?

Hoje eu gostaria de compartilhar com vocês sobre um tema fundamental da vida: a fé.

A fé é a base do nosso relacionamento com Deus, pois “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11:6). Devemos viver pelo que cremos, e não pelo que vemos (2Co 5:7). A fé é o meio através do qual podemos alcançar todas as promessas de Deus e experimentar tudo o que Ele já proveu para nós em sua maravilhosa graça: vida eterna, vida em abundância, provisão, paz, saúde, alegria, etc.

Não existem limites para o que a fé pode realizar. Veja o que Jesus afirmou em Marcos 11:23,24:

“Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.”

A fé SEMPRE alcança o seu objetivo. Jesus deixou isso muito claro. Portanto, não desista se algo pelo que você está crendo ainda não aconteceu. Elimine as dúvidas e os medos, creia de coração. Continue exercitando e declarando a sua fé até que você veja o seu milagre manifesto! Deus será na sua vida do tamanho da sua fé.

Eu gostaria de aproveitar este post para compartilhar algumas mensagens de audio (mp3) que tem edificado muito a minha fé. Todas elas são do pastor Luciano Subirá, e estão disponíveis para download no seu portal de ensino bíblico Orvalho.com (para baixá-las aqui, basta clicar no título). Não deixe de escutá-las, pois “a fé vem pelo ouvir, e o ouvir vem pela palavra de Cristo.” (Rm 10:17). Tenho certeza de que você será desafiado a entrar num nível muito maior de fé e experiências com Deus!

Olhos de fé:
Baseado em 2 Co 4.16-18, o irmão Luciano Subirá ensina como a fé opera. Embora seja a convicção do que não se vê (Hb 11.1) a fé não é cega, antes, tem sua própria visão.

A Responsabilidade de Crer
Nesta mensagem o pastor Luciano Subirá nos mostra que o justo viverá da sua fé, e que é nossa responsabilidade crer e, por meio da fé, receber de Deus o que Ele tem para nós. Não podemos transferir para Deus o que é nossa responsabilidade.

Batalhando Pela Fé (parte 1)
Baseado na afirmação de Judas: “batalhando pela fé santíssima”, o Pr.Luciano ensina sobre o valor da fé e de como podemos fazê-la crescer. Nesta primeira parte desta série, ele ensina sobre a importância de ENCHER-SE DA PALAVRA DE DEUS.

Batalhando Pela Fé (parte 2)
Baseado na afirmação de Judas: “batalhando pela fé santíssima”, o Pr.Luciano ensina sobre o valor da fé e de como podemos fazê-la crescer. Nesta segunda parte desta série, ele ensina sobre a importância de EXERCITAR A FÉ que já temos.

Batalhando Pela Fé (parte 3)
Baseado na afirmação de Judas: “batalhando pela fé santíssima”, o Pr.Luciano ensina sobre o valor da fé e de como podemos fazê-la crescer. Nesta terceira parte desta série, ele ensina sobre a importância da ORAÇÃO EM LÍNGUAS na edificação da fé.

Batalhando Pela Fé (parte 4)
Baseado na afirmação de Judas: “batalhando pela fé santíssima”, o Pr.Luciano ensina sobre o valor da fé e de como podemos fazê-la crescer. Nesta quarta parte desta série, ele ensina sobre a importância do JEJUM na liberação do espírito, que é de onde a fé procede

Batalhando Pela Fé (parte 5)
Baseado na afirmação de Judas: “batalhando pela fé santíssima”, o Pr.Luciano ensina sobre o valor da fé e de como podemos fazê-la crescer. Nesta quinta parte desta série, ele ensina sobre a importância do LOUVOR E ADORAÇÃO no fortalecimento da fé.

7 princípios de saúde e cura

Neste post, gostaria de compartilhar alguns princípios muito importantes tanto para a cura quanto para a prevenção de enfermidades. Os princípios são baseados no livro Healing begins with sanctification of the heart, da médica M.K. Strydom.

  1.  Cuide dos seus pensamentos – Até 87% das doenças podem ter origem nos padrões de pensamentos. A cura começa com arrependimento,  que pode ser biblicamente definido como mudança de pensamentos. Preste atenção aos tipos de pensamentos que vem a sua mente, criticando-os constantemente. Livre-se dos padrões de pensamentos negativos que estão por trás da enfermidade. Renove sua mente (Rm 12:2). Aplique o filtro de Filipenses 4:8 a todo pensamento que surgir em sua mente. Descarte tudo o que não passar nesse filtro!
  2. Creia na cura e visualize-se curado – Jesus afirmou que “tudo é possível ao que crê” (Mc 9:23). Não existem limites para a fé exercida no nome de Jesus. Junte à sua fé a imaginação, pois como uma pessoa imagina em sua alma, assim ela é. (Pv 23:7). Veja-se bem e cheio de saúde!
  3. Use suas palavras para mudar seu mundo – palavras ditas em fé tem um poder enorme. Declare continuamente o que a Palavra de Deus diz sobre você! Faça disso seu remédio diário! Declare versículos como 1Pedro 2:24 e Salmo 118:7.
  4. Perdoe – liberte-se de todo sentimento de amargura e rancor em relação a você ou a qualquer outra pessoa ou situação.
  5. Desfrute do amor – o amor vence tudo! Leia a Bíblia e peça a Deus mais compreensão do seu amor. Ame intensamente Deus, você mesmo e os outros. Não se esqueça de que a fé atua pelo amor (Gl 5:6).
  6. Divirta-se e ria bastante – risadas desestressam o cérebro e liberam uma série de substâncias químicas que fazem bem ao organismo, como as endorfinas, serotonina e dopamina. “O coração alegre é bom remédio.” (Pv 17:22a)
  7. Alimente-se bem, faça exercícios físicos e tenha um tempo adequado de descanso – disso todos devem saber, mas não custa lembrar. Procure informar-se sobre os princípios de uma alimentação saudável, incluindo: redução do consumo de açúcar e alimentos industrializados, comida orgânica, vitamina D3, ômega 3, magnésio, alimentos de baixo índice glicêmico, boas gorduras (óleo de côco e azeite), etc. Um site bom sobre nutrição natural é o do Dr. Mercola (em inglês).